Como criar uma fábrica de conteúdo incrível?

Como criar uma fábrica de conteúdo incrível?
Como criar uma fábrica de conteúdo incrível?
Como criar uma fábrica de conteúdo incrível?

Afinal, como criar uma fábrica de conteúdo incrível e que dê resultados em suas ações de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) na empresa?

Com o surgimento constante de novos conhecimentos e mudanças organizacionais imprevisíveis, a Fábrica de Conteúdo é vista como uma solução eficiente para acompanhar as demandas por treinamento nas empresas.

Quer saber como usar esse conceito nos projetos de RH da sua companhia? Acompanhe a leitura!

Qual é o papel da Fábrica de Conteúdos?

A Fábrica de Conteúdos é uma estratégia aplicada dentro das ações de T&D. Seus papéis principais são:

  • receber e analisar demandas por conteúdos educacionais;

  • gerenciar completamente o projeto de elaboração de conteúdo;

  • integrar membros da equipe com habilidades diferentes;

  • realizar uma gestão documental;

  • criar um banco de conteúdos diverso;

  • e estabelecer uma linha de produção ágil.

5 passos para criar uma fábrica de conteúdos incrível

Os primeiros passos para criar uma fábrica são mais simples do que você imagina. Separamos 3 prioritários para ajudar nessa tarefa. Confira:

1.Mapeie o que é necessário para a empresa

Antes de começar, procure conhecer as necessidades e objetivos dos seus colaboradores. Isso trará uma visão objetiva que ajuda a equipe de T&D a oferecer conteúdos realmente relevantes para os times.

2.Use recursos multimídia

Quando pensamos em uma Fábrica de Conteúdo, é comum pensar em projetos textuais. Porém, além deles, você pode aproveitar outros tipos de recursos. Inclua imagens, vídeos e animações para tornar os projetos mais atrativos.

3.Abuse do Storytelling

Conteúdos de qualidade são práticos e objetivos. Porém, eles também precisam criar conexões reais com quem os lê. Desse modo, tornar o aprendizado mais lúdico com exemplos e histórias pode ser uma excelente estratégia para aumentar o engajamento dos colaboradores.

4.Use toda a sua criatividade

Cada setor da organização tem uma necessidade particular. Isso significa que apenas um tipo “genérico” de conteúdo não atenderá a todos.

Sendo assim, após mapear as necessidades de cada grupo, não tenha medo de experimentar na criação do seu conteúdo. Use a criatividade para criar diferentes ações e alimente sua fábrica com constantes novidades.

5.Terceirizar ou internalizar a produção?

Essa é outra dúvida comum na hora de dar início às produções. E aí, é melhor ter um time dedicado ou terceirizar, para permitir que o setor de T&D foque outras ações?

A verdade é que essa é uma escolha importante, que deve ser baseada na estratégia da empresa. Também devem ser avaliados os recursos disponíveis, as habilidades e competências da equipe interna.

Algumas companhias optam por terceirizar a produção de conteúdo porque isso lhes permite obter acesso a uma ampla gama skills que podem ser difíceis de conseguir internamente.

Além disso, a escolha pode ser  mais econômica, especialmente para negócios que precisam produzir muito conteúdo em curto período de tempo.

Por outro lado, aqueles que optam por internalizar a produção de conteúdo têm mais controle sobre o processo e podem produzir conteúdos mais específicos para cada necessidade.

A internalização também pode ser uma opção mais eficiente a longo prazo, pois permite que a equipe de treinamento desenvolva habilidades e competências próprias que podem ser aplicadas em futuros projetos.

Considere cada cenário antes de tomar a decisão, envolvendo a liderança e, se possível, até mesmo os colaboradores na escolha.

           >>> 💡Veja também: 15 estratégias de resultados para sua Universidade Corporativa

 

Quais os tipos de conteúdos que você deve considerar na hora de criar uma fábrica de conteúdo incrível?

Montar uma universidade corporativa não exige mais ter um espaço físico. Hoje, especialmente com o home office dominando os modelos de trabalho, grande parte das corporações optam por oferecer conteúdos online — que podem ser acessados pelos colaboradores a qualquer hora.

Nessa hora, quais tipos de conteúdos estão disponíveis? Criamos uma lista abaixo para inspirar sua Fábrica. Confira:

  1. Texto: inclui artigos, e-books, manuais, tutoriais e outros tipos de conteúdo escrito;

  2. Áudio: trabalha, por exemplo, com podcasts e áudios narrados;

  3. Vídeo: usa recursos como webinars explicativos, aulas gravadas e entrevistas;

  4. Conteúdo interativo: engloba simuladores, quizzes e o uso de apps que registram respostas;

  5. Apresentação: inclui apresentações em slides, fluxogramas, gráficos animados e infográficos;

  6. Conteúdo imersivo: usa recursos de realidade virtual e realidade aumentada.

A escolha do tipo de conteúdo a ser usado depende da natureza do assunto a ser ensinado, do público-alvo, da disponibilidade de recursos e de outros fatores.

Check-list para criar uma fábrica de conteúdo incrível


Entendendo quais recursos estão à disposição do time de T&D, é hora de colocar a mão na massa. Aqui estão alguns passos a seguir para começar a criar sua Fábrica de Conteúdos!

Identificação de objetivos

Antes de começar a produção, é importante saber qual é o objetivo do treinamento. Quais habilidades e conhecimentos as equipes precisam adquirir? Como esses objetivos se relacionam com a estratégia geral? Responda essa pergunta envolvendo lideranças e os responsáveis por cada setor.

Definição do público-alvo

Depois de estabelecer metas SMART, é hora de determinar quem serão os destinatários de cada conteúdo. Qual é o perfil dos que participarão do treinamento? Qual é o nível de conhecimento prévio esperado sobre o assunto?

Seleção de fontes de informação

Bons conteúdos são referenciados e trazem dados atuais sobre o mercado em questão. Use livros, artigos, palestras, entrevistas e outros recursos para enriquecer o conteúdo.


 

Estruturação dos conteúdos

É importante estruturar o esqueleto dos projetos de forma clara e objetiva para facilitar a compreensão. Para isso, divida os conteúdos em tópicos e sub-tópicos para garantir uma aprendizagem dinâmica e que não canse os envolvidos.

Produção dos conteúdos

Seja interna ou externamente, chegou a hora de produzir o conteúdo em si. Leve as dicas acima em consideração.

Revisão e aprimoramento

Por fim, revise e aprimore o que foi construído com frequência. Se seus conteúdos não forem otimizados para SEO (é interessante fazer isso desde o início), revise-os para serem bem posicionados nos mecanismos de pesquisa.

Também é interessante estudar técnicas e estratégias para que seu conteúdo seja organicamente relevante para esses mecanismos. Algumas dicas incluem:

  • usar meta descrições e meta titles;

  • negritar trechos importantes;

  • escrever com qualidade e com respeito à gramática;

  • inserir links internos e externos.

Que tal a Evolluo para ajudar você a criar uma fábrica de conteúdo incrível?

A Evolluo é uma plataforma de self-learning que oferece soluções abrangentes e avançadas para a gestão do processo de aprendizagem na empresa. Ela permite a criação de treinamentos em minutos, o que significa que o profissional de T&D pode desenvolver sua fábrica de maneira rápida e eficiente.

Além disso, a ferramenta possui modelos de treinamentos prontos para uso, o que facilita ainda mais o trabalho do time. Aproveite recursos avançados de automação, como:

  • geração e envio de relatórios automatizados;

  • avaliação das skills de cada colaborador de forma automatizada;

  • criação de trilhas personalizadas de aprendizagem;

  • acompanhamento em tempo real da evolução dos times;

  • curadoria de conteúdo de qualidade;

  • uso da inteligência artificial para personalizar a rotina de estudos;

  • trilhas de aprendizagem com experts de mercado.

 


 

Feito pela evolluo CNPJ: 13.264.9804/0001-40 | Copyright © 2024 evolluo - Todos os direitos reservados

Feito pela evolluo CNPJ: 13.264.9804/0001-40 | Copyright © 2024 evolluo - Todos os direitos reservados

Feito pela evolluo CNPJ: 13.264.9804/0001-40 | Copyright © 2024 evolluo - Todos os direitos reservados